Colégio Vianna Júnior na Olimpíada Brasileira de Matemática • Instituto Vianna Júnior

Colégio Vianna Júnior na Olimpíada Brasileira de Matemática

Colégio Vianna Júnior na Olimpíada Brasileira de Matemática

Nesta sexta-feira, 17, os alunos do 6° ao 9° ano e do Ensino Médio do Colégio Vianna Júnior participaram da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM 2016). A prova da 1ª fase é dividida em três níveis, de acordo com a escolaridade do aluno. No nível 1, participaram estudantes do 6º e 7º ano do Ensino Fundamental; no nível 2, os que cursam o 8º e 9º ano do Ensino Fundamental; e no nível 3, os estudantes de qualquer série do ensino médio. Nesta primeira etapa, os participantes resolveram mais de 20 questões de múltipla escolha, em um tempo máximo de três horas.

A Olimpíada Brasileira de Matemática é uma iniciativa conjunta do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), que acontece em todos os anos. Simone Machado, diretora do Colégio Vianna Júnior, ressalta a importância dos alunos participarem deste tipo de avaliação: “A Olimpíada valoriza e muda a forma de cobrar o conhecimento dos alunos. Além de gerarmos um estímulo para os estudos e gosto pela Matemática”.

A prova tem o objetivo de contribuir para a melhoria do ensino da disciplina no país, além de descobrir jovens com talento matemático. No Colégio Vianna Júnior, a Olimpíada é organizada pela Direção e pelos professores de Matemática: Vitor Rezende, Arturo Fernandes e Cristiane Quinet.

Para Vítor, a falta da obrigatoriedade de uma nota exemplar, estimula o aluno a descobrir o gosto pela Matemática: “Através um estilo diferente, o aluno não utiliza formas para resolver as questões, ele as resolve através de sua capacidade lógica de Matemática, interpretação de expressão e manipulação algébricas. Essa prova descobre talentos”.

A participação na Olimpíada representa uma experiência proveitosa para os alunos, segundo Arturo: “Essa concorrência é natural e sadia, já que faz parte do desenvolvimento e conhecimento do aluno. Explorar a dinâmica é muito importante e motivador. Os alunos gostam do desafio, gostam de sair da rotina e ficam ansiosos por cada resultado”.

Cristiane considera fundamental para que eles percam o medo de fazer prova: “Eles ficam um pouco assustados, mas entendem depois que explicamos sobre a prova. As questões são difíceis, mas desenvolvem essa habilidade de raciocínio neles. É uma preparação para as futuras provas, que estão cobrando cada vez mais isso deles”.

Os alunos classificados para a 2ª fase farão a prova no dia 16 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nome
E-mail

    Arquivo

    Categorias

    Instituto Vianna Júnior 2017 Todos os direitos reservados

    Desenvolvimento por Departamento de Marketing do Instituto Vianna Júnior