Professor do Vianna Jr é classificado em concurso de Apps

Tadeu Classe, professor do Vianna Jr é classificado em concurso de Apps

O professor dos cursos de Sistemas Para Internet e Análise e Desenvolvimento de Sistemas das Faculdades Vianna Júnior, Tadeu Classe, foi classificado no Concurso de Aplicativos para Enfrentamento da Corrupção, do Ministério da Justiça. O App FiscalDigital ficou em 11º lugar na competição.

O concurso foi um Hackaton (concurso de inovação e desenvolvimento de aplicativos móveis) para a participação do cidadão brasileiro no combate à corrupção, lançado pelo Ministério da Justiça e que teve como objetivo o desenvolvimento de um software de código aberto para este fim.

Segundo Tadeu, "o desafio da competição era de traduzir os chamados dados abertos (dados e informações livres de órgãos governamentais) para os cidadãos, a fim de que os mesmos pudessem fiscalizar informações de convênios (obras públicas) de diferentes partes do Brasil. Isso garantiria que os cidadãos, ao entender do que se tratam as diferentes políticas públicas, pudessem fiscalizar e cobrar resultados das diversas obras orçadas pelos diferentes setores de governos e, com isso, acompanhar gastos públicos e atrasos nas obras."

O aplicativo é um protótipo e foi pensado por uma equipe, composta por Renata Araujo, Luiza Paula, o professor Tadeu - todos membros do grupo de pesquisa Sistemas de Governo Abertos e Colaborativos (SIGACs) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) - e por Leonardo Kussama. Tadeu foi o responsável por desenvolver o sistema móvel, utilizando a tecnologia Apache Cordova.

"Fiquei muito feliz com o resultado obtido no concurso. Conquistar o 11º lugar em um concurso nacional, sem ter mão de obra e apoio financeiro para o desenvolvimento do mesmo, é uma vitória. Acredito que se nós tivéssemos financiamento adequado e mão de obra disposta a trabalhar no projeto, teríamos uma resultado ainda melhor."

Ainda não há data de lançamento do aplicativo. Segundo o professor, a ideia é de que se continue o seu desenvolvimento através de voluntários e em novos concursos. "Por se tratar de um código-fonte aberto, qualquer pessoa pode baixar sua codificação e continuar o seu desenvolvimento", explica.

Além de professor do Vianna Júnior, Tadeu é doutorando em Informática pela UNIRIO, mestre em Ciência da Computação pela UFJF e analista de sistemas na Projetus Tecnologia de Informação.

 

Dowload Android                 Dowload Windows Phone

Sem comentários

Deixe um comentário